O Motorola RAZR foi desmontado pela equipe no iFixed – site reconhecido por avaliar o hardware dos smartphones -, que avaliou o aparelho com uma nota 1 de 10 na sua reparabilidade.

Desde o seu lançamento, o RAZR vem sendo muito criticado em diversos aspectos, embora grande parte deles seja dirigido a sua tela dobrável. Para entender melhor o motivo dessas situações indesejadas, o Motorola RAZR foi desmontado.

Como esperado, esse aparelho dobrável apresenta componentes como bateria que são de difícil acesso. Também vale considerar que, caso o problema seja na tela, a situação fica mais complicada, visto a complexidade envolvida.

No vídeo é mostrado que o Motorola RAZR apresenta duas baterias. Ao todo, o aparelho soma 2510mAH. Quando comparamos a outros dispositivos, essa capacidade é bem inferior, principalmente visto que ele é achado por U$1500 dólares nos EUA.

Já na parte de mecanismo, o RAZR não apresenta grandes novidades. Nele, é notado um sistema bem simples, sendo, inclusive, similar a primeira versão do Fold.

Anteriormente, o aparelho dobrável apresentou diversos problemas envolvendo sua tela e o mecanismo de abertura. Hoje, sabemos que o problema estava relacionado ao design do smartphone.

Segundo a CNET, o Motorola RAZR não duraria tanto quanto esperado, especialmente no número de aberturas que, no lançamento, a Motorola prometia cerca de 120 mil.

O Motorola RAZR é desmontado sem apresentar grandes novidades, todavia, é bem difícil de especular quais impactos a complexidade desse aparelho pode trazer para o consumidor final. Atualmente, esse smartphone já tem data e preço para chegar ao Brasil, embora as primeiras impressões internacionais não sejam tão agradáveis.

VIAiFixit
Editor; Designer Gráfico; Social Media; Ilustrador 2D

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados