Samsung Galaxy S10 poderá usar leitores de impressões digitais ultrassônicos de terceira geração da Qualcomm

Espera-se que o Galaxy S10 seja o primeiro dispositivo da Samsung com um leitor de impressões digitais no display.

Samsung Galaxy S10 poderá usar leitores de impressões digitais ultrassônicos de terceira geração da Qualcomm

A série Note e Galaxy A deve se juntar a ele logo depois. Um relatório que saiu de Taiwan sugere que a empresa usará o mais recente leitor ultrassônico da Qualcomm para o trabalho.

O primeiro leitor ultrassônico da Qualcomm saiu em 2015 e houve uma sequela revelada em junho do ano passado. Um leitor de terceira geração foi desenvolvido e, finalmente, atende aos requisitos da Samsung.

Mas a empresa precisará de uma grande oferta para o lançamento inicial e, segundo relatos, utilizou as empresas taiwanesas General Interface Solutions (GIS) e O-Film para produzir os módulos. A Qualcomm vem trabalhando com o GIS para desenvolver o novo sensor. O-Film já trabalhou com a Vivo para construir o X20 UD e o X21 UD.

O leitor de impressão digital ultra-sônico será anexado à parte de trás do painel de exibição. Como os leitores ópticos precisam de uma tela transparente, a Samsung acredita que eles são vulneráveis ​​a influências externas (por exemplo, condições de iluminação) e também afetam a qualidade da imagem da tela.

Além disso, o ultrassom permite que uma imagem em 3D dos sulcos e poros da ponta do dedo seja capturada, o que a torna mais precisa.

Samsung Galaxy S10 poderá usar leitores de impressões digitais ultrassônicos de terceira geração da Qualcomm

No entanto, nos últimos meses, a notícia foi de que apenas os dois primeiros modelos do Galaxy S10 terão um leitor de ultrassom, enquanto o modelo básico terá um leitor óptico interno.

FONTEGSMARENA

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados

Comentários