Paulo Guedes Quer Cobrar Impostos Sobre Transações Bancárias via Celular capa

Numa coletiva de imprensa o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é preciso cobrar impostos de transações bancárias realizadas pelo celular.

O Ministro da Economia se pronunciou durante uma coletiva de imprensa quando questionado sobre um possível retorno da CPMF, que já foi rejeitado pelo presidente Jair Messias Bolsonaro. Segundo ele a CPMF não retornaria, mas o governo está buscando uma forma alternativa de desonerar a folha de pagamento cobrando impostos sobre outros tipos de transações, nesse ponto ele citou os pagamentos realizados via transferências eletrônicas em smartphones.

“Precisamos tributar transações digitais, precisa de algum imposto para isso”, disse Paulo Guedes.

Segundo o ministro há o medo de aumentar impostos sobre a folha de pagamento e no final das contas isso gerar mais desemprego, porém, eles imaginam que seria viável uma cobrança de impostos sobre operações financeiras em aplicativos como Nubank, PicPay, Recarga Pay ou Mercado Pago.

Anteriormente, havia a ideia de tributar qualquer tipo de pagamento, incluindo via moeda física, o que foi descartado.

O Governo ainda não se manifestou a respeito de uma criação oficial, mas devemos ficar atentos para os próximos pronunciamentos do ministro da economia, afinal, há uma tendência de que isso se torne realidade num futuro.

VIAValor Econômico
Professor de Informática e Administração, Contador, Editor e entusiasta da tecnologia. Apaixonado por fotografia e livros. Tem alguma dúvida sobre qualquer dos assuntos acima? Manda sua pergunta aqui embaixo ;)

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados