Meio Milhão de Pessoas Tiveram Seus Dados Pessoais Expostos Pelo Google+ CAPA 1

Segundo o Wall Street Journal, o Google+ foi responsável por expor dados pessoais de pelo menos meio milhão de pessoas. Veja agora o que a Google tem a dizer sobre isso.

Google+ expôs dados pessoas de pelo menos meio milhão de pessoas

Meio Milhão de Pessoas Tiveram Seus Dados Pessoais Expostos Pelo Google+ CAPA 2

Segundo o Wall Street Journal, a rede social que foi criada para competir com o Facebook tinha essa vulnerabilidade desde 2015, segundo a fonte, a Google não revelou isso até o momento “por medo de que isso atraísse uma busca regulatória e causasse danos à reputação da marca”. A Google se pronunciou dizendo que já resolveu o problema de segurança em março de 2018 e que os usuários que tinham perfil no Google+ não precisam se preocupar pois não foi feito qualquer tipo de mal uso dos seus dados.

Segundo a Google, os dados que foram expostos são:

  • Nomes completos
  • Endereços
  • Datas de nascimento
  • Gênero
  • Fotos de perfil
  • Locais de residência
  • Emprego
  • Status de relacionamento

Ainda assim, ela também que a vulnerabilidade só poderia ser explorada por desenvolvedores. “Nosso Escritório de Privacidade e Proteção de Dados analisou esse problema, analisando o tipo de dados envolvidos, se poderíamos identificar com precisão os usuários para informar se havia alguma evidência de uso indevido e se havia alguma ação que um desenvolvedor ou usuário pudesse realizar em resposta. Nenhum desses limites foram atendidos neste caso”, segundo a empresa.

O Wall Street Journal afirmou também que dentre os documentos recebidos, consta um que comprova que o CEO da Google, Sundar Pichai, sabia do problema e foi avisado sobre o plano de manter tudo em segredo. Segundo ela, caso isso fosse feito, a Google poderia estar “entrando no centro das atenções ao lado ou até mesmo em vez do Facebook, apesar de termos ficado fora do radar durante todo o escândalo da Cambridge Analytica”.

Para finalizar, a Google disse que “como parte de sua resposta ao incidente, a Alphabet Inc. planeja anunciar um amplo conjunto de medidas de privacidade de dados que incluem o desligamento permanente de todas as funcionalidades para os consumidores do Google+. O movimento efetivamente coloca o prego final no caixão de um produto que foi lançado em 2011 para desafiar o Facebook Inc. e é amplamente visto como um dos maiores fracassos da Google”, o que significa, que este é o fim do Google+ (se é que alguém ainda usava ele).

Você usava Google+? Conte nos comentários!

VIATecmundo
Professor de Informática e Administração, Contador, Editor e entusiasta da tecnologia. Apaixonado por fotografia e livros. Tem alguma dúvida sobre qualquer dos assuntos acima? Manda sua pergunta aqui embaixo ;)

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados

Comentários