Huawei quebra recorde e surpreende investidores com a venda de 200 milhões de smartphones em 2019 até agora. Ao que se especula, esses números refletem o esforço da empresa em inovar após o seu banimento dos EUA.

Caso você não se lembre, Donald Trump, atual presidente dos EUA, impediu que a empresa negociasse com o mercado norte americano. Assim, deixando a Huawei sem o sistema Android e uma parte das suas vendas internacionais.

Mais recentemente, os EUA proibiu negociações com mais 46 afiliadas da Huawei, deixando bem claro que o país estaria incomodado com a fabricante chinesa de smartphones.

Contudo, isso não parece ter prejudicado a Huawei, principalmente depois da divulgação deste novo recorde de vendas. Além disso, a empresa acabou recebendo diversos elogios devido P30 e P30 Pro, grande parte por causa do seu conjunto quadruplo de câmeras em sua traseira que mostrou resultados incríveis.

Pelo visto, o fato dos smartphones estarem proibidos de receber atualizações do Android não incomodou a fabricante, embora a própria Huawei já tenha afirmado alguma vezes que os dispositivos receberam atualizações frequentes de segurança através da própria empresa.

Além disso, o HarmonyOS já está em fase final de desenvolvimento, sendo um grande concorrente para o sistema Android como um todo. Segundo a Huawei, o OS será superior à outros sistemas devido a sua fácil interação com outras tecnologias, provavelmente referenciando os dispositivos conectáveis.

Aproveitando o marco histórico, a Huawei decidiu anunciar uma versão limitada do Mate 30 Pro 5G. De acordo com a fabricantes, a edição comemorativa estará disponível a partir do dia 1 de novembro na China.

Mesmo assim, o dispositivo ainda poderá ser achado em outros partes do mundo em sua versão convencional. E claro, com as especificações globais do Huawei Mate 30 Pro 5G.

VIAMundoConectado
Editor; Designer Gráfico; Social Media; Ilustrador 2D

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados