Google anuncia sistema de proteção para Play Store com promessas de prever malwares antes mesmo de entrarem na loja virtual da empresa.

Segundo a Google, o App Defense Allince, como foi chamado o grupo, será responsável fiscalizar os apps no processo de autenticação. Ou seja, será mais uma forma de restringir o acesso a desenvolvedores mal intencionados.

Antes de mais nada, vale lembrar que nos últimos meses a Google está bastante focada na segurança de seus usuários, principalmente os que utilizam o Android 10.

Dentre as principais ações da empresa, destaca-se a maior rigidez para apps da Play Store, provavelmente sendo o principal causador para a formação da App Defense Alliance.

Apesar da Google ser uma empresa gigantesca hoje, desta vez a distribuidora preferiu utilizar outras empresas para fiscalizar os novos apps da sua loja. De acordo com anuncio, a ESET, a Lookout e a Zimperium são as mais novas parceiras da Google.

Para quem não recorda dessas empresa, atualmente elas são grandes responsáveis pela segurança online de uma boa parte da internet. Em especial, a ESET, dona de um dos maiores antivirus da atualidade.

Portanto, podemos imaginar que a Google esteja realmente de portas abertas para novas parcerias quando o assunto é segurança.

Com isso, podemos esperar que futuramente a Google também chame outras empresas ou instituições para ajudar nos processos do sistema Android. Dessa maneira, evitando o maiores problemas da Google com o OS, principalmente em sua fragmentação.

Ao que tudo indica, a Google estaria tentando ao máximo reverter esse processo e, provavelmente, ariscando centralizar os usuários no Android 10.

Pelas especulações, a empresa já está pensando nessa manobra a bastante tempo, com certeza justificando a atual formação do App Defense Alliance, que, pelos indícios, atuará em outras propriedades da Google em um futuro próximo.

VIAGoogle
Editor; Designer Gráfico; Social Media; Ilustrador 2D

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados