E-Agora-Huawei-Como-Ficam-As-Atualizações-do-Android-capa

Saiba como serão as próximas atualizações do Android para dispositivos da Huawei com a suspensão de tecnologia americana imposta pelo governo dos EUA.

Uma ordem direta do governo americano suspendeu totalmente o comércio tecnológico entre os Estados Unidos e a China, dessa forma, um problema muito grande pode surgir: uma redução no desenvolvimento tecnológico geral.

A Huawei que é a primeira afetada pela suspensão enfrenta alguns problemas: os serviços do Google continuarão a funcionar nos aparelhos atuais, porém, os próximos lançamentos correm o risco de sair de fábrica sem eles. Num cenário mais preocupante, ainda não confirmado, a fabricante pode deixar de receber versões futuras do Android, o que pode comprometer atualizações de aparelhos que já estão nas mãos dos consumidores!

Embora a Huawei já tenha divulgado que já está desenvolvendo uma segunda opção há um certo tempo caso o Google fechasse as portas para ela, os problemas não devem acabar apenas com isso, afinal, a Huawei também é a maior fornecedora de equipamentos de rede 5G do mundo. Logo, como ela também não poderá fornecer equipamentos para os Estados Unidos, isso pode causar um atraso na implantação do 5G por lá e em outros países do mundo que aderirem a suspensão.

Por enquanto a Huawei apenas divulgou a seguinte nota:

“A Huawei fez contribuições substanciais para o desenvolvimento e crescimento do Android em todo o mundo. Como um dos principais parceiros globais do Android, trabalhamos de perto com a plataforma de código aberto para desenvolver um ecossistema que beneficiou usuários e o setor.
A Huawei continuará a fornecer atualizações de segurança e serviços de pós-venda para todos os produtos existentes para smartphones e tablets Huawei e Honor, cobrindo os que foram vendidos e que ainda estão em estoque globalmente.
Continuaremos a construir um ecossistema de software seguro e sustentável, a fim de fornecer a melhor experiência para todos os usuários globalmente.”

Mas como você pode notar, ela não cita nada sobre os próximos aparelhos a serem lançados e muito menos sobre atualizações do sistema, o que cria um futuro incerto sobre esse tema para smartphones Huawei e Honor. No pior dos cenários, o mesmo pode acabar acontecendo com outras marcas similares, como Samsung (coreana), Xiaomi (chinesa), LG (coreana) e Sony (japonesa), que têm sedes em países asiáticos próximos ou até mesmo na China. Como muitas dessas empresas fabricam produtos eletrônicos além de smartphones, todo o mercado eletrônico pode ser afetado em breve caso mais restrições sejam impostas e isso pode comprometer gravemente a indústria e as vidas de muitas pessoas que podem ser prejudicadas pelas suspensões.

Ainda sobre o Android o Google se pronunciou da seguinte forma:

“Para as dúvidas dos usuários da Huawei sobre nossas medidas para cumprir as recentes ações do governo dos EUA: Garantimos que, enquanto cumprimos todos os requisitos do governo dos EUA, serviços como o Google Play e a segurança do Google Play Protect continuarão funcionando em seu aparelho Huawei existente.”

O que basicamente significa que serviços básicos da Google vão continuar funcionando, mas não necessariamente as atualizações de sistema que são repassadas pela Google até a Huawei que aplica a EMUI e transmite para os seus aparelhos.

Podemos concluir que: pelo que estamos vendo, a Huawei não vai liberar atualizações de sistema contendo novas versões do Android para seus aparelhos até que a situação se resolva. Claro que ela pode optar por liberar um sistema operacional alternativo que ela já citou anteriormente, mas os problemas não acabam por aí, afinal, temos outras marcas importantes no setor que também podem ser afetadas e afetar os consumidores e as telecomunicações de forma negativa no mundo todo, visto que tecnologias chinesas e americanas não são utilizadas apenas em smartphones.

O que você acha dessa suspensão do Governo Americano? Conte nos comentários!

VIATechCrunch
FONTEAndroid
Professor de Informática e Administração, Contador, Editor e entusiasta da tecnologia. Apaixonado por fotografia e livros. Tem alguma dúvida sobre qualquer dos assuntos acima? Manda sua pergunta aqui embaixo ;)

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados