Estamos em tempos de malwares que estão sendo criados especificamente para dispositivos mobile. Com o uso que fazemos nos nossos dispositivos, estes se tornaram um dos alvos favoritos para cibercriminosos. No Android, vimos inúmeras ameaças na forma de aplicativos que buscam roubar dados pessoais. É por isso que o Google vem trabalhando para encontrar uma solução viável já há algum tempo.

É lógico que a empresa Mountain View tem como objetivo garantir que seus serviços sejam mais seguros, mas também mais acessíveis, para alcançar um número maior de usuários.

Nos serviços, bem como nos dispositivos, encontramos funções de acessibilidade; lendo os conteúdos na tela, as legendas no YouTube etc. O problema é que essas características podem ser exploradas e se tornar uma ameaça à segurança na Google Play Store.

Verificação de Segurança na Google Play Store

Nos dispositivos Android, tudo relacionado a facilitar o seu uso é dentro do que é chamado de Serviços de Acessibilidade. Lá, encontramos as funções desenvolvidas com o objetivo de que usuários com deficiência possam usar seu smartphone sem problemas. Por exemplo, pessoas com dificuldades de visão podem usar a função de dizer senhas em voz alta ou explicar o que é exibido na tela.

Há também ferramentas para essas tarefas, como o Lançador de ações, que expande a barra de notificação, o gerenciador de senhas LastPass ou Twilight, para cuidar dos olhos atenuando o brilho. Este tipo de aplicativos usa os recursos de acessibilidade para oferecer recursos que não vêm com os terminais. O problema é que o uso indevido de funções de acessibilidade representa um perigo para a segurança na Google Play Store dos dispositivos.

verificação de segurança na Google Play Store

De acordo com diversos blogs e sites de tecnologia, o Google está agindo no Google Play, contatando os desenvolvedores para verificar se eles não utilizam os Serviços de Acessibilidade. Claro, aqueles que usam esses serviços para desenvolver aplicativos que realmente visam tornar a experiência mais acessível, não terão nenhum problema. Claro, o Google estabeleceu um limite de tempo para o cumprimento de suas regras.

Especificamente, os desenvolvedores de aplicativos têm 30 dias. Se você não garantir o uso correto dos Serviços de Acessibilidade dentro desse período, os aplicativos serão removidos do Google Play. Podemos ver como os títulos populares desaparecem, mas, em qualquer caso, é uma medida que busca beneficiar os usuários. Embora existam outros fatores, como o mau funcionamento do Google Play Protect, o que nos faz duvidar se nossos dispositivos serão mais seguros.

VIAAndroidPhone
2 Anos No Eu Sou Android, indicando jogos, aplicativos tutoriais e esclarecendo diversas duvidas em pedidos e comentários. Snap - @euandersonoak

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados