Android Q: Vazamento mostra alguns dos recursos futuros

A equipe de desenvolvedores do Google já está ocupada criando o novo Android Q. O XDA Developers encontrou a primeira versão do sistema operacional do Google testada em um Google Pixel 3 XL e compartilhou alguns de seus recursos.

Android Q: Vazamento mostra alguns dos recursos futuros

A data de criação da ROM foi apenas na semana passada, juntamente com o patch de segurança de fevereiro de 2019 e está atualizada com o AOSP do Google. Naturalmente, muitos recursos estão faltando neste momento, mas algumas descobertas interessantes foram feitas, no entanto.

A primeira coisa foi o Dark Theme para todo o sistema. Pode ser definido para acionar em uma hora específica do dia ou apenas definir ele permanentemente. O legal é que há uma opção para forçá-lo em aplicativos de terceiros que não tenham um modo escuro nativo. Os usuários do XDA testaram em vários aplicativos, incluindo o Facebook, e funcionou muito bem considerando a versão inicial.

O menu de permissões também é renovado, oferecendo ainda mais controle sobre o acesso dos aplicativos em tempo real. Por exemplo, você pode ver as permissões de cada aplicativo individualmente e habilitar o microfone ou o GPS somente quando necessário. Além disso, desinstalar e forçar o fechamento de aplicativos ficará mais fácil. As informações sobre qual aplicativo está acessando seu local no momento podem ser encontradas na bandeja de notificação e tocar no ícone levará você ao menu de permissões.

Há também vestígios de um novo “modo de área de trabalho”. No menu Opções do desenvolvedor, agora há um modo de “forçar o desktop” alternando e a descrição diz “forçar o modo de área de trabalho experimental em exibições secundárias”. Parece que o Google está preparando um recurso semelhante ao do Samsung DeX, mas infelizmente não foi totalmente funcional na versão inicial.

As janelas de forma livre estão voltando e você pode iniciar o modo de várias janelas de forma livre tocando por muito tempo em um ícone de aplicativo quando estiver no menu de aplicativos recentes. Além disso, existem algumas opções úteis, como o lançamento do discador de emergência através do menu de energia, bem como a opção de captura de tela no mesmo menu de energia.

O Always-on recebe um recurso adicional – ele pode mostrar seu papel de parede atual.

Outras descobertas incluem um interruptor de desativação para todos os sensores, opções adicionais de bloqueio de tela quando um dispositivo confiável está próximo, adicionado ou removido, um aplicativo aprimorado de arquivos integrados e um novo comportamento das notificações pop-up. Você pode escolher por quanto tempo eles devem ficar para que você possa ler ou escolher o que fazer com elas.

Há muito desenvolvimento que precisa ser feito até o outono deste ano, mas é um bom começo do que pode está vindo por ai.

FONTEGSMARENA

Inscreva-se em nosso canal

Artigos Relacionados

Comentários