O Signal Mensageiro Privado já conta com 10 milhões de downloads na Play Store e atualmente o aplicativo tem 400mil instalações.

O Signal é universalmente elogiado como um dos aplicativos de mensagens mais seguro e mais simples de usar e é assegurado por especialistas em segurança em todo o mundo. No entanto, os números de usuários do serviço estão abaixo de alternativas populares como o WhatsApp ou o Messenger do Facebook, até o Telegram tem um número maior de seguidores de acordo com os números de download da Play Store. A Wired informa que a Signal está trabalhando duro para mudar isso, já que a fundação pode aumentar o número de funcionários de 3 para 20, após uma parceria de US $ 50 milhões do co-fundador do WhatsApp Brian Acton em 2018.

O investimento permitiu à equipe adicionar recursos que também atraem pessoas comuns à procura de uma alternativa completa para o WhatsApp e outros. Como o Signal é fundamentalmente criptografado de ponta a ponta e não armazena metadados de conversação em seus servidores, como quando quem mandou uma mensagem para quem, os desenvolvedores enfrentaram obstáculos adicionais nesse caminho. 

O-Signal-Mensageiro-Privado-já-possui-10-milhões-de-downloads

Por exemplo, a fundação precisava tornar os adesivos compatíveis com a criptografia para que os usuários pudessem enviá-los de forma segura e anônima. Habilitar a administração do grupo também foi uma tarefa difícil, pois o Signal precisa dar aos administradores a capacidade de adicionar e remover membros sem que seus servidores saibam quem faz parte da conversa.

Esses novos recursos parecem valer a pena: o Signal continua com uma taxa de crescimento impressionante, pois a Play Store revela que o sinal já foi baixado entre 10 milhões e 100 milhões de vezes. Combinado com a afirmação do fundador Moxie Marlinspike de que mais de 40% dos usuários do Signal estão no iOS.

Obviamente, a fundação também continua trabalhando para melhorar a privacidade. Marlinspike compartilha que a equipe tem uma “recuperação segura de valor” no pipeline, que permitirá aos usuários armazenar contatos criptografados nos servidores da Signal. Isso pode atenuar a necessidade de identificar contatos via números de telefone no futuro, uma prática que tem sido amplamente criticada por defensores da privacidade como um dos pontos fracos do mensageiro.